Mais recentes

Notícias

› Sitran fecha três acordos salariais com motorista de Xaxim e movimentador de mercadoria local

Chapecó (18.7.2018) - Reajuste linear de 2.5% está sendo concedido aos motoristas da região de Xaxim e aos movimentadores de mercadoria em geral de Chapecó e Xaxim. O Sitran Chapecó (Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística) fechou três Convenções Coletivas de Trabalho - CCT´s estabelecendo as questões econômicas das categorias. Também foi conservada a essencial social, reeditando todas as cláusulas contidas nos documentos anteriores.

Os acordos foram firmados pelo presidente do Sitran, Deneraci Perin. Representando os profissionais, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Xaxim, Claudio da Silva e do Sindicato dos trabalhadores na Movimentadores em Geral de Mercadorias de Chapecó, em exercício, Volmir da Rocha. Já o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Movimentadores de Mercadorias de Xaxim, Marcelo Pegoraro, também assinou a convenção dos profissionais representados pela Federação catarinense da categoria.

O reajuste de 2,5% está um pouco acima do INPC de 1,69% acumulado no período. O percentual também serviu de base ao aumento dos pisos salarias das classes envolvidas na negociação. A vigência do conteúdo das CCT´s é retroativa a 1º de maio, data base das categorias.

São seis os normativos dos caminhoneiros da região de Xaxim. O salário dos motoristas de carreta (tanque, térmico e carga geral) subiu para R$ 2.068,00. Os condutores de carga viva e ração passam a ganhar R$ 1.767,00, motorista de truck e toco R$ 1.615,00 e os motoristas de veículos até seis toneladas R$ 1.419,00. Auxiliares de escritório e administrativo recebem agora R$ 1.184,00. Valor idêntico foi concedido a empregados em serviços gerais e ajudantes de motorista.

Os movimentadores de Chapecó e Xaxim tem piso admissional estabelecido em R$ 1.110,00 e o pleno, após 90 dias de experiência, sobe para R$ 1.184,00. A diário de viagem tanto para movimentadores como motoristas foi reajustada em 4% passando para R$ 52,00.

Foram incluídas importantes clausulas na convenção dos motoristas. Entre elas a quitação anual de obrigações trabalhistas, facultada a homologação de rescisão contratual e liberdade de negociação entre a empresa e o empregado que recebe acima de dois tetos da previdência. Definida, ainda, regra para motorista que eventualmente abasteça equipamento motorizado do caminhão.

Impasse em Chapecó - Contrariando o entendimento efetivado com Xaxim, o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte de Chapecó “se mantém intransigente”, disse um dos integrantes da comissão de negociação, assessor sindical Euclides Badin. Argumenta que o sindicato local está condiciona o fechamento da convenção “ao atendimento de exigências fora do contexto”. Porém, há expectativa de que o consenso seja logo alcançado.

- Foto: As três convenções foram assinadas por lideranças sindicais de Chapecó e Xaxim

Assessoria de Imprensa Sitran



Todos os direitos reservados ao SITRAN - (49) 3323-3704 Clipweb