Mais recentes

Notícias

› Sendo ordeira toda manifestação do setor de transporte tem a solidariedade do Sitran

Chapecó (22.5.2018) - A política de preços praticada pela Petrobras é insuportável por isso causa revolta. A mobilização nacional do setor de transporte está bem fundamentada já que contraria um sistema extremamente prejudicial. São motivos desta natureza que justificam a manifestação de solidariedade à paralisação, do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística de Chapecó - Sitran.

As frequentes majorações no preço dos combustíveis efetuadas pela Petrobras, não condizem, absolutamente, com a dura realidade vivida, não apenas dos transportadores, mas de toda comunidade nacional. O Sitran concorda que mobilizações sempre causam transtornos, mas elas são necessárias “para abrir os olhos dos governantes”, argumenta o presidente Deneraci Perin.

Para o dirigente sindical “não é mais possível suportar a pesada carga tributária” que em tese, parece “não ser vista pelo governo”. A situação é muito difícil. “Tanto que chega ao insuportável”, lamenta. Entende que o governo precisa rever esta nova polícia de preços executada pela Petrobras “sob pena de o país sofrer gravíssimas consequências”.

Respeito - O Sitran tem posição solidária a iniciativa nacional, desde que seja pacífica e ordeira, buscando apenas atender os verdadeiros interesses da categoria. A passividade é uma condição inegociável, aliada ao respeito aos direitos constitucionais como o “de ir e vir”. Sendo assim, sugere que as frotas de caminhões permaneçam paradas nos estacionamentos das empresas para evitar transtornos. Acredita que esta forma de ação seja a mais indicada, já que existe mútua responsabilidade na preservação da ordem.

- Foto: Paralisação nacional quer consciência formada sobre a grave situação dos transportadores do país

Assessoria de Imprensa Sitran



Todos os direitos reservados ao SITRAN - (49) 3323-3704 Clipweb