Mais recentes

Notícias

› Retração econômica não impede ativos de cooperativa de crédito crescer 33%

Meta da Transpocred agora é buscar manifesta expansão triplicando, até 2020, o volume de negócios no segmento de transporte e logística

Chapecó (17.4.2018) - A desconfortável situação da economia nacional não foi empecilho para que a Cooperativa de Crédito, Transpocred, estabelecesse invejável crescimento de 33% em 2017. O desempenho foi apresentado em Chapecó durante pré assembleia com mais de 350 cooperados presentes. Os agressivos números impressionam pela expressividade percentual alcançada no exercício, em momento de extremas dificuldades pelas quais passou o setor econômico brasileiro.

Os desafios foram superados pela imposição do trabalho de uma equipe “extremamente profissional, qualificada e de irreparável capacidade”, disse o presidente do Conselho de Administração da Transpocred Ari Rabaiolli. O evento, realizado no Clube Industrial, também tratou sobre estratégias de ação e projetos de expansão física a serem executados. Um deles é, nos próximos dois anos, triplicar o volume de negócios no segmento de transporte e logística.

Em 2017 a Transpocred, integrante do sistema Cecred, passou a atuar nos três Estado do Sul do país. Encerrou o exercício com mais de R$ 6 bilhões em ativos administrativos e mais de 600 mil cooperados. A pre assembleia traçou a linha evolutiva da instituição financeira que, no ano passado, obteve crescimento de 42% no número de cooperados e 33% nos ativos com R$ 171,2 milhões. Percentual idêntico foi registrado em operações de crédito e no quesito aplicação/investimento, a evolução chegou a 36%.

O resultado geral do exercício significou crescimento de 232%, fechando o ano com R$ 6,6 milhões, a melhor performance da história da cooperativa. O valor começou a ser distribuído em janeiro através do pagamento de juros ao capital dos cooperados. A regra a ser adotada para o rateio do restante das sobras será decidida pelos cooperados na assembleia geral do próximo dia 23 em Florianópolis. A proposta do Conselho de Administração é distribuir a segunda parte dos resultados aos cooperados que realizaram operações de crédito, investimentos, movimentação em conta corrente e pagamentos de boletos por intermédio do autoatendimento.

Raridade lucrativa - A Transpocred adotou critério inovador no pagamento de boletos. Sendo aprovado na assembleia da capital do estado, a cooperativa destinará R$ 5,80 para cada 10 boletos que o cooperado tenha pago na cooperativa em 2017 no formato digital. A iniciativa é grande estimulo e formula encontrada para proporcionar lucratividade aos que optam por esta modalidade no pagamento de contas.

O projeto estratégico de expansão da cooperativa, estruturado em 2017, prevê ampliar três vezes mais a rede de atendimento até dezembro de 2020. Neste mesmo prazo a cooperativa chegará a 33 pontos de atendimento. Em 2018 serão 10 novos espaços instalados em Joaçaba, Araranguá, Tijucas e Jaraguá do Sul em Santa Catarina. No Rio Grande do Sul vão ser comtempladas as cidades de Caxias do Sul, Pelotas, Canoas e Passo Fundo. Já no Paraná, espaços passarão a funcionar na capital, Curitiba e Ponta Grossa.

- Foto: Os cooperados demonstraram satisfação com a “prestação de contas” da Transpocred

JC Linhares Assessoria & Comunicação



Todos os direitos reservados ao SITRAN - (49) 3323-3704 Clipweb