Mais recentes

Notícias

› WORKSHOP orienta transportadores sobre CT, MDF e CIOT

Chapecó (5.12.2017) - As novas regras sobre os procedimentos legais ao desempenho da atividade do segmento transportador, foram debatidas durante palestras destinadas as empresas do setor e demais áreas funcionais. O 1º Workshop de esclarecimentos sobre os temas elencados, foi promovido pela DATATRANSP Sistemas, em parceria com o SITRAN. Apoio veio da PAMCARD (gestão de pagamento de frete e pedágio), TRANSPOCRED (a cooperativa de crédito do transportador) e CONTASSESC (contabilidade e assessoria empresarial). O SITRAN foi representado, no evento, pelo vice-presidente Valmor Zanella.

O workshop, realizado no auditório do SEST SENAT Chapecó, foi aberto pela diretoria executiva do SITRAN, advogada Priscila Araldi. Ela mostrou a estrutura da instituição e sua finalidade, relacionando os serviços prestados e os benefícios oferecidos aos transportadores associados. A DATATRANSP, com 20 anos no mercado de software, atende exclusivamente o segmento de transportador e frotista. As informações sobre a empresa foram repassadas pelo gerente administrativo Welington Schmitz.

A primeira palestra abordou as novas regras fiscais e contábeis e emissão do CT -e (Conhecimento de Transporte Eletrônico) e MDF -e (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais). O tema foi exposto pelo contador da CONTASSESC, André Luiz Busnello. As informações transmitidas foram “muito bem absorvidas pelo público”, destacou.

As novas regras do CIOT (Código Identificador da Operação de Transporte) tomaram o maior espaço do evento. O gerente comercial para Santa Catarina da PAMCARD, Everton Kaghofer fez amplo esclarecimento sobre gestão administrativa, legislação, obrigações e fiscalização. Chamou atenção ao cumprimento das normas e penalidades a quem venha a cometer infração.

O que é - O CIOT é um documento emitido e armazenado eletronicamente, de existência apenas digital, para vincular os documentos fiscais transportados na unidade de carga utilizada. A validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e autorização de uso pelo ambiente autorizador.

Everton alertou sobre a necessidade de as empresas do setor aderirem à nova modalidade administrativa para evitar as consequências oriundas de eventual ineficiente gestão. Diante da brusca queda nas margens de lucro verificada nos últimos anos “a administração das empresas precisa ser altamente profissional”. Sem adoção do sistema o empreendimento “pode quebrar”.

Investir é preciso - Kaghofer recomenda investimento em sistema de controle de gerenciamento. Uma nova gestão “é impreterível” disse, para insistir na necessidade de profissionalizar a atividade “para evitar graves complicações ou até a falência da empresa”. O palestrante alertou que os métodos de fiscalização são extremamente eficientes e a cada dia o controle é mais rigoroso, por que o governo quer evitar ou reduzir o alto índice de sonegação existente no país.

- Foto: O Workshop repassou informações e fez esclarecimentos sobre emissão de documentos eletrônicos

Mais fotos acessar:

http://www.sitran.org.br/?link=eventos

 Assessoria de Imprensa SITRAN



Todos os direitos reservados ao SITRAN - (49) 3323-3704 Clipweb