Mais recentes

Notícias

› SITRAN manifesta agradecimento a deputados pela aprovação da Reforma Trabalhista

 Chapecó (13.6.2017) - Um outdoor colocado na Rua Fernando Machado em frente ao Shopping Pátio reflete o reconhecimento do SITRAN aos deputados federais que votaram favoráveis ao projeto da Reforma Trabalhista. A peça cita os todos os deputados catarinenses, entre ele os do Oeste João Rodrigues, Valdir Colatto e Celso Maldaner cujos votos possibilitaram a passagem da reforma na Câmara Federal.

O projeto está tramitando agora no Senado e deve ser aprovado em breve. O SITRAN apoia integralmente a Reforma Trabalhista por considera-la imprescindível a viabilidade econômica. O sindicato já havia enviado correspondência aos três parlamentares da região manifestando solidariedade pelo voto favorável.

O conteúdo da mensagem foi este:

“Senhor Deputado!

A Câmara Federal deu uma inequívoca demonstração de querer um país melhor para os brasileiros. A aprovação do PL 6787/2016 é, sem dúvida, contundente prova de que a modernização da lei trabalhista era extremamente necessária e incontestável. Temos a firme convicção de que a Reforma Trabalhista será imensamente útil à nação.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Logística de Chapecó - SITRAN manifesta imensa gratidão a Vossa Excelência por ter votado pela aprovação do projeto. Posição madura e responsável, própria de um parlamentar comprometido com os interesses maiores do País.

A Reforma se constitui em exemplar modelo de reestruturação do setor empresarial brasileiro, notadamente dos transportadores de cargas.

O histórico ato honra o parlamento nacional. Nos causa orgulho Vossa Excelência ter sido importante protagonista desta maiúscula vitória que trás alento e efetiva esperança num futuro justo, humano e promissor.

Apelamos a Vossa Excelência, no entanto, que mantenha seu firme e ininterrupto trabalho de mobilização agora junto ao Senado Federal, para que se evite qualquer mudança que venha em detrimento ao conteúdo da matéria e sua respectiva aprovação para a consequente sanção presidencial.

Parabéns Senhor Deputado pelo exemplar comportamento diante de tamanha responsabilidade. Em nosso entendimento, começa assim nova jornada para que o país retome seu crescimento e se desenvolva adequadamente, promovendo o bem estar e dignidade à população brasileira.

Muito obrigado.

Atenciosamente,

Deneraci Perin - Presidente”

Menos ações - Agora o outdoor reforça o agradecimento e aplaude a atitude tomada “sensata e a mais indicada possível” observa o presidente do sindicato. Deneraci Perin analisa que a Reforma Trabalhista é necessária para frear o “inaceitável volume” de ações trabalhistas “muitas vezes absurdas”, mas, apesar disso deferidas em benefício do reclamante mesmo com os pedidos sendo indevidos.

Campeão - O Brasil mantem o título de campeão mundial em ações trabalhistas. No anto passado foram ajuizados exatos 2 milhões 756 mil 159 processos. A previsão é que, sem a Reforma, este número alcance 3 milhões neste ano. “Impossível aceitar essa quantidade de ações”, enfatiza Perin.

Sem prejuízo - A reforma “não significa prejuízo algum aos trabalhadores”, reforça o dirigente sindical, para acrescentar que a mudança apenas “flexibiliza alguns direitos” que serão totalmente mantidos. No entanto, ela permite que as empresas desenvolvam suas atividades com mais garantias jurídicas. Esta na relação de vantagens a geração de oportunidades de trabalho para reduzir os 14 milhões de desempregados no país e a criação de incentivos aos empreendimentos.

Projeto em discussão nesta terça - A Comissão de Assuntos Sociais (CAS), do Senado, começou a discussão da reforma trabalhista-sindical (PLC 38/17) nesta terça-feira (13). Vai ser pauta única e a votação está programada para a próxima terça (20).

O relator, senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) ofereceu parecer sem reparos ao texto aprovado na Câmara. Ele chancela a proposta aprovada pelos deputados e apenas faz recomendações de vetos ao presidente da República. A base do governo no Senado não quer alterar o projeto, embora tenha divergências com a matéria, para evitar que volte ao exame na Casa de origem. No entanto o embate promete ser duro.

- O outdoor assinado com a Federação das Empresas de Transporte e Logísticas de Santa Catarina – Fetrancesc agradece os parlamentares catarinenses pela votação favorável.

Assessoria de Imprensa SITRAN



Todos os direitos reservados ao SITRAN - (49) 3323-3704 Clipweb